Um passeio imperdível e obrigatório na Jamaica, é o Museu de Bob Marley, dedicado ao lendário ícone de reggae jamaicano. Ele está alojado em sua antiga casa em Kingston e inclui valiosas informações sobre a vida e obra, além da oportunidade de ver objetos e exposições. É uma comemoração a música do homem que colocou a Jamaica no mapa da música mundial.

Infelizmente não é possível fotografar o interior da casa e Museu de Bob Marley. Sinceramente não vi nenhum grande motivo aparente para tal proibição, o que me frustrou um pouco. O tour pela casa não é muito demorado, mas ainda assim vale a pena.

Os guias do museu são verdadeiros covers do Bob Marley e a cada canção que entoam para contar histórias, parece que é o próprio que está ali do seu lado. O antigo estúdio onde foram gravados inúmeros discos é agora uma sala de exposições e teatro. Roupas e objetos do cantor estão em todas as paredes.

A parte externa da casa também é bastante bacana e pode ser fotografada a vontade. Tinha a árvore favorita de Bob Marley, onde ele sentava sob sua sombra para compor grandes sucessos. Na parte de trás tem ainda a parede com as marcas de tiros que possivelmente mataram o músico.

Há ainda lanchonete (que também não pode ser fotografada… Oi? Vai entender…) e grandes painéis grafitados. Mas é imperdível mesmo uma foto em frente a estátua no Museu de Bob Marley! Fiz a minha pra garantir.

O Reggae é o ritmo jamaicano mais reconhecido internacionalmente e representa a batida de seus corações em forma de música. A coletânea póstuma de Bob Marley, “Legend“, vendeu mais de 15 milhões de cópias e ele recebeu o prêmio Grammy Life Time Achievement Award em 2001. A revista TIME elegeu o disco “Exodus” de Bob Marley como melhor álbum do século 20, e a música “One Love” fora adotada pela BBC como Hino do Milênio.

Alguém discorda? Não há dúvidas de que a Jamaica deixou a sua marca no cenário musical. Sua música pulsante continua a elevar e inspirar, sempre com aquela batida natural que te faz sentir bem. É sério o que vou falar agora. É simplesmente incrível ouvir Reggae na Jamaica. Parece que o Bob Marley está vivo. Incrível.

Mesmo se você não for um super fã do cantor, acho que vale a pena visitar o Museu de Bob Marley. É muito legal conhecer um pouco mais do homem por trás do ícone. Suas manias, seu quarto, seu cantinho favorito na casa, suas formas de inspiração, sua religião, seus objetos pessoais, a cozinha, e muito mais.

Veja nossa sugestão de Roteiro de 5 dias na Jamaica

*Maurício Oliveira viajou a convite da Secretaria de Turismo da Jamaica.

Booking.com
Priority Pass

LEIA TAMBÉM

Deixe seu Comentário