Talvez esse seja um dos temas mais delicados que já falamos aqui no blog. A exploração sexual infanto-juvenil é um fantasma que ronda o Brasil e o mundo há séculos e sobrevive até os dias atuais por diversos motivos. Sejam eles políticos, socioculturais, financeiros, mas principalmente educacionais.

Inicialmente o tema seria “Turismo Sexual”, mas em uma rápida pesquisa encontramos que esse termo equipara a prática às demais modalidades de turismo, consideradas legítimas e desejáveis. A definição mais utilizada pelas instâncias públicas para se referir a esse tipo de atividade é “Exploração Sexual por meio do Turismo”, como aponta esse texto do Correio Braziliense.

Nesta terça (08/05/12) organizamos um debate realizado via Twitter com a hashtag #TurismoEmDebate e foram lançadas 7 questões que foram amplamente comentadas por centenas de participantes, blogueiros, turismólogos e viajantes.

O tamanho do sapato não consegue esconder a idade
O tamanho do sapato não consegue esconder a idade

Vejam as perguntas que fizemos:

Q1 – Quais os lugares que essa prática ilegal do turismo é mais evidente no Brasil? E no mundo?
Q2 – O Brasil ainda é visto pelos gringos como “o paraíso sexual”. O que você acha disso?
Q3 – A publicidade que o Brasil faz em outros países é culpada por construir essa imagem? O que poderia ser mudado?
Q4 – Como profissionais do turismo (ex.: funcionários de hotel/agências) podem contribuir para a diminuição dessa prática?
Q5 – A internet facilita esse tipo de negócio. O que poderia ser feito a respeito para diminuir esse tipo de ação?
Q6 – O brasileiro (homem e mulher) sofre preconceito em viagens internacionais por conta da fama do Brasil?
Q7 – Extra – Publiquem fotos e links sobre o assunto.

O que foi falado no debate

Disparadamente o nordeste foi a região mais citada quando o assunto é exploração sexual. Diversos participantes do debate apontaram Fortaleza e Recife como as duas cidades com mais casos registrados. Talvez pela pobreza excessiva e problemas na educação, talvez pela proximidade com a Europa.

O Brasil tem fama internacional com diversos temas. Futebol, capoeira, cinema, natação, vôlei… e mulatas! “Peitos e bundas” estão sempre estampados em encartes, revistas, cds e dvds que teoricamente deveriam promover a bela imagem do país lá fora. Por diversas vezes observamos tais imagens negativas em feiras de turismo nacionais e internacionais, levando muitos a acreditarem que “o paraíso sexual” se encontra por aqui. Ponto negativo para o MTUR.

Mas os profissionais do turismo também tem sua parcela de culpa. A rede hoteleira disponibiliza revistas com serviços locais para seus clientes, tais como: pizzarias, farmácias, shoppings, bares e acompanhantes. Eles proíbem os hóspedes de levarem essas pessoas para os quartos e ao mesmo tempo aceitam tais propagandas em sua recepção? Cadê o exemplo? Mas existem casos piores, como este abaixo:

A situação fica ainda pior quando se tratam de menores de idade. A @LuTesch compartilhou informações valiosas sobre o assunto: “O STJ decidiu, há pouquíssimo tempo, que, se um homem fizer sexo com uma menina de 13 anos que já esteja se prostituindo, isso não é crime. Só para esclarecer melhor, nosso Código Penal prevê duas modalidades de estupro, a com violência real e a com a violência presumida. Presume-se a violência, MESMO QUANDO HÁ CONSENTIMENTO PARA O SEXO, se a vítima for menos de 14 anos ou se tiver uma debilidade mental. Só que o STJ decidiu que, a partir de agora, o critério idade só vale para menores de 14 anos que não tenham experiência sexual. Ou seja, se a mãe joga a filha na prostituição aos 8 anos e um cara faz sexo com ela aos 13, não é crime, porque ele não tirou sua inocência. Como se tivesse sido uma escolha dela estar nessa vida… Como se pensasse: ‘ah, a vida dela já tá estragada mesmo, que se dane!’”. Um verdadeiro absurdo!

E lá fora é igual ou pior! - Foto: Luiz Jr. do Blog Boa Viagem
E lá fora é igual ou pior! – Foto: Luiz Jr. do Blog Boa Viagem

Essa discussão é antiga, e não termina aqui. Muito ainda tem que ser melhorado para que essas taxas estatísticas possam diminuir. E antenada no debate estava a Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza que parabenizou a iniciativa da ação e a participação de todos. Vejam em seu site as ações realizadas para melhorar a imagem de Fortaleza.

Se você souber de algum estabelecimento que promova casos como este, DENUNCIE: DISQUE 100. Faça a sua parte.

Quem fica calado também é culpado. Ligue 100 e denuncie.
Quem fica calado também é culpado. Ligue 100 e denuncie.

Por fim, gostaria de agradecer ao Jonathan, do blog Eu Vou de Mochila, e ao Jodrian, do blog Aventura Mango pela ajuda com as perguntas. Tivemos a grande participação da Luciana Tesch, que é blogueira e representante do Ministério Público na área da infância e juventude. Visite também o blog Perregueiros. O meu muito obrigado a todos!

Atualizado dia 28/11/2012

Vejam este vídeo do Ministério do Turismo que mostra como combater a exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo.

Sobre a Blogagem Coletiva: Turismo em Debate

O Turismo em Debate é uma Blogagem Coletiva Social com o objetivo de promover melhorias no turismo nacional. Durante todo o ano de 2012 iremos debater sobre temas relacionados ao turismo, com um tema por mês.

Para quem não acompanhou o debate no Twitter com a hashtag #TurismoEmDebate, basta ler o documento que salvamos com tudo que foi falado logo abaixo.

Dica: Navegue de trás para frente para entender melhor o debate.

Vários blogs estão participando desta Blogagem Coletiva. Participe você também e faça parte das mudanças que estão por vir. Leiam também alguns posts abaixo:

– Vida de Turista: Contra a exploração sexual e infantil por meio do turismo
– Eu Vou de Mochila: Diga não à exploração sexual e infantil por meio do turismo
– Andarilhos do Mundo: Exploração Sexual Infantil através do Turismo

Envie o seu link também!

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este blog é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.

  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.

  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.

  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva. Aproveite!

  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.

  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM

Um comentário

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here