Chegou o grande dia de pegar meu suado passaporte! Também pudera, só eu mesmo para esquecer esse detalhe tão importante numa cidade de fronteira. Aliás, eu e quase 5% das pessoas que visitam Foz do Iguaçu. É incrível esse número, mas é a experiência da agência receptiva Loumar Turismo. Não é por falta de aviso. A lembrança destes ítens obrigatórios está presente em seus sites, nos emails de confirmação e até mesmo com os atendentes no chat online ou por telefone. Somos nós que temos a mania de achar que nossa carteira de habilitação ou funcional serve como documento no MERCOSUL. Mero engano. Elas servem apenas dentro do Brasil. Para fora, é necessário o passaporte válido e a carteira original de identidade. Vou repetir isso várias vezes para que ninguém jamais se esqueça!

Depois do delicioso café-da-manhã, partimos para a Polícia Federal e chegamos no horário combinado. As 9h:30 estávamos lá, e às 10h finalmente o verdinho estava na minha mão. Por instantes cheguei a pensar que isso não estava acontecendo. Todos já estavam desanimados, mas tive que batalhar até o fim. E acreditem, me considero uma pessoa de sorte e super otimista, mais uma vitória como esta será algo que me lembrarei para sempre! Tirei até uma foto com ele na mão na frente do prédio para guardar de recordação. Foto memorável!

Foz do Iguaçu - Passaporte em menos de 24hs
Foz do Iguaçu – Passaporte em menos de 24hs

O roteiro do dia estava programado: ida ao Parque Nacional do Iguaçu para a prática de arvorismo e rapel no Campo de Desafios Cânion Iguaçu, ida à trilha das Cataratas para a captura de novas imagens, almoço no Restaurante Porto Canoas, visita ao Parque das Aves e um rápido passeio ao Centro de Artesanato.

Aventuras no Campo de Desafios Cânion Iguaçu

Quem busca emoções tem destino certo no Parque Nacional do Iguaçu. É o Campo de Desafios Cânion Iguaçu, circuito que oferece várias atividades de turismo de aventura, como arvorismo, tirolesa, muro de escalada, rapel, rafting e escalada em rocha.

Sem restrições quanto à experiência ou condições físicas, o Campo de Desafios é satisfação garantida para quem gosta do contato com a natureza. Para participar não é preciso muito. Basta gostar do verde, mato, pedra, água e ter espírito aventureiro. É aconselhável usar roupas e calçados leves e confortáveis.

Foz do Iguaçu - Campo de Desafios Cânion Iguaçu
Foz do Iguaçu – Campo de Desafios Cânion Iguaçu

Entre os passeios, o arvorismo é um dos destaques. Localizado dentro dos últimos resquícios da Mata Atlântica, está dividido em várias atividades: Elementos Baixos, Elementos Altos, Pulo do Gato e Muro de Escalada artificial. Essas atividades podem ser realizadas individualmente ou em grupo. Além de divertir, quando direcionadas, elas podem despertar habilidades específicas, como autocontrole e coordenação motora. E ainda induzem o participante a ir além de suas expectativas e superar limites.

Os Elementos Baixos são 11 brinquedos construídos em troncos de eucalipto, cabos de aço e cordas a 50 centímetros do solo. São atividades recreativas que integram os participantes ao meio ambiente e permitem o trabalho em grupo. Por isso, essa modalidade atrai a participação de empresas, escolas e também famílias. A prática tem em média 45 minutos de duração, sendo indicada, inclusive, para crianças a partir de 7 anos.

Os Elementos Altos são um conjunto de 12 brinquedos que iniciam com altura de quatro metros e finalizam com oito metros, distribuídos num circuito no meio da mata. O roteiro termina numa tirolesa de 25 metros de extensão. O visitante ainda poderá fazer o “Pulo do Gato”, um brinquedo surpresa, com 11 metros de altura. Com duração média de 30 minutos, é indicado para pessoas a partir dos sete anos de idade, porém, é necessário que os aventureiros tenham altura mínima de 1,40 metro.

Foz do Iguaçu - O Pulo do Gato
Foz do Iguaçu – O Pulo do Gato

Já o Muro de Escalada é composto por uma seqüência de paredões com vários graus de dificuldade. O participante, que deve ter pelo menos cinco anos de idade, escolhe a via de escalada, que pode chegar a sete metros de altura. No muro, são fixadas várias agarras artificiais, que simulam a rocha natural. Também há variações de inclinação, formando “tetos” e áreas de ângulo negativo, de maior ou menor grau de dificuldade. O desafio pode ser encarado por até seis pessoas simultaneamente e tem duração média de 20 minutos.

Outra modalidade do Campo de Desafios é o Rapel. Para essa atividade, o visitante segue por uma trilha suspensa de 360 metros de extensão, dentro da mata, até uma plataforma. A descida tem 55 metros, com uma impressionante vista das Cataratas do Iguaçu. A modalidade pode ser praticada por duas pessoas simultaneamente, com idade mínima de sete anos, e dura aproximadamente 30 minutos. O visual compensa superar o medo!

O Rafting no Rio Iguaçu tem 1h40 de duração. Ele consiste em uma descida de bote por 4 km, sendo 2 km de corredeiras e 2 km de remanso (águas tranqüilas). Seu início é bem próximo às Cataratas e finaliza no cais do Macuco Safari. Vale lembrar que adolescentes de 14 a 17 anos só podem participar dessa aventura com autorização dos pais. A empresa oferece todos os equipamentos de segurança, como colete, capacete, além de barco e equipe de guias. A remada é central e é feita por um guia especializado. Durante todo o trajeto, o rafting é acompanhado por uma lancha motorizada.

Já a Escalada em Rocha proporciona 30 vias de escalada, com proteções fixas e móveis, que variam de 10 a 30 metros e são feitas em rocha basáltica, que tem boa aderência e não é agressiva às mãos. A escalada leva de duas a cinco horas. Aqui, novamente, é necessária a autorização de um responsável para adolescentes de 10 a 17 anos. O Cânion oferece os equipamentos necessários e existem duas opções para se chegar ao topo: sem guia (para quem tem experiência comprovada ) e com guia. Tanto o Rafting como a Escalada em Rocha, estão sujeitas a condições climáticas.

Foz do Iguaçu - Rapel de 55 metros!
Foz do Iguaçu – Rapel de 55 metros!

Percorrendo a Trilha das Cataratas

Forjado pela natureza e em seu estado puro, as passarelas localizam-se ao longo de 1,2 mil metros, na chamada Trilha das Cataratas, em Foz do Iguaçu. Essa trilha foi construída para levar os visitantes até a margem direita do Rio Iguaçu, abrindo caminho para o majestoso espetáculo das águas das Cataratas e o ecossistema intacto do Parque Nacional do Iguaçu.

A recepção neste paraíso fica por conta dos quatis, desinibidos bichinhos que sabem bem as artimanhas para demover os visitantes da recomendação de não alimentá-los. Dos mais velhos aos filhotes, quase todos parecem dóceis e circulam com surpreendente desenvoltura, tomando a iniciativa de abrir sacolas e bolsas em busca de comida ou descansando imóveis no cimento gelado, atrás de uma sombra refrescante que os proteja do sol escaldante. Por isso, viram celebridade e acabam como estrelas nas fotografias.

Foz do Iguaçu - Lagarto na Trilha das Cataratas
Foz do Iguaçu – Lagarto na Trilha das Cataratas

Já nos pontos descobertos pela mata, o sol forte enche a trilha de lagartos de todas as cores e tamanhos. Eles correm de um lado a outro para fugir dos passos dos turistas. Quem também aproveita os dias quentes para aparecer são as coloridas borboletas, que aos montes brincam e pintam a paisagem. Outra surpresa reservada pela trilha é a vegetação, que em alguns pontos cobre as passarelas e forma um corredor verde no qual a luz do sol tem dificuldades para penetrar. Na caminhada é comum encontrar orquídeas e bromélias, bem como espécies como a figueira-brava e a palmeira-juçara, ameaçada de extinção pelo corte indiscriminado do palmito.

Mas, em meio ao verde, quem começa o mais famoso show da região são as águas do Iguaçu. Aos poucos aparecem as primeiras quedas. No início são estreitos fios de água que escorrem pelo basalto, porém, logo os saltos ganham corpo, formam piscinas naturais nas altíssimas encostas das escarpas e passam a encantar a cada novo passo dentro da trilha. Quem não carrega filmes ou cartões fotográficos de sobra corre o risco de se empolgar no início e ficar sem fotos do fim do passeio. Por isso, cuidado, programe-se, porque a vista seguinte costuma ser sempre melhor do que a anterior.

Quando já é impossível não avistar água entre o verde das árvores, chega o momento de as Cataratas esbanjarem sublimidade. Uma passarela parte da encosta do cânion em direção a uma ilhota de onde se tem a melhor vista da Garganta do Diabo, o maior de todos os saltos, um turbilhão de águas em forma de ferradura. Localizado no canto da boca da ferradura, o mirante leva os visitantes a um platô colocado entre os saltos Floriano e Santa Maria. Uma dádiva da natureza, a paisagem parece estimular os turistas a buscar a sorte lançando moedas no rio.

Foz do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Foz do Iguaçu – Cataratas do Iguaçu

Mas o privilégio de estar tão somente diante das Cataratas já satisfaz plenamente gente do mundo inteiro. Em dias de sol, os arco-íris parecem se multiplicar. Ali, o planeta parece se resumir a uma mistura de água abundante, vegetação preservada e rochas milenares. Para onde quer que se olhe, os olhos nada mais alcançam. E quem abre os braços de olhos fechados descobre a paz interior em meio à natureza intacta e à sinfonia das águas. Além da orquestra do rio, os saltos ainda brindam os turistas com um banho de gotículas que ganham o ar com o impacto da água contra as rochas.

De volta à margem direita do Iguaçu, o trecho final até o alto do rio pode ser feito de duas maneiras diferentes. Primeiro, por uma escadaria íngreme ou, então, pela mais nova atração das cataratas brasileiras, o elevador panorâmico reconstruído rente ao salto Floriano. Foi nele que nós fomos.

O elevador transporta os visitantes da base ao topo da queda, uma ascensão de 27 metros. Com os vidros cercados pela vegetação nativa e tomados no lado de fora por pequenos insetos e aranhas, a sensação é de levitar no sentido inverso das águas. No alto, um “deck” avançando sobre o rio, na saída dos elevadores, oferece mais um lugar para se fazer boas fotos das Cataratas. Com o elevador, reinaugurado em 2004, quem ganha também são os portadores de necessidades especiais, que tiveram facilitado o acesso à passarela brasileira da Garganta do Diabo. Fim do caminho, encerrado o roteiro, o sorriso e encanto expressos no rosto dos visitantes denunciam a contagiante calmaria, equilíbrio e tranqüilidade das paisagens da trilha das Cataratas, um ambiente seguramente de paz.

Conheça a lenda sobre o surgimento das Cataratas do Iguaçu

Há muitos anos atrás, o rio Iguaçu corria livre, sem corredeiras e nem cataratas. Em suas margens habitavam índios Caingangues, que acreditavam que o grande pajé M’Boy era o Deus-Serpente, filho de Tupã. Ignobi, cacique da tribo, tinha uma formosa filha, chamada de Naipi, que iria ser consagrada ao culto do “deus” M’Boy. Tarobá, jovem guerreiro da tribo se enamora de Naipi e no dia da consagração da jovem, fogem para o rio que os chama: “-Tarobá, Naipi, vem comigo!” M’Boy, furioso pela fuga, penetrou nas entranhas da terra e retorcendo seus músculos, provocou desmoronamentos que foram caindo sobre o rio, formando os abismos das cataratas. Envolvidos pelas águas, caíram de grande altura. Tarobá transformou-se numa palmeira e Naipi numa rocha junto da grande cachoeira. Vigiados por M’Boy, o Deus-serpente, permanecem ali, eternamente enamorados.

Almoço no Porto Canoas, a parte mais saborosa das Cataratas

Já imaginou apreciar a vista espetacular de uma das paisagens mais belas do mundo num ambiente onde o ar puro da floresta se confunde com os aromas de uma cozinha muito especial? Esse lugar existe e está localizado no Parque Nacional do Iguaçu, às margens do rio Iguaçu, proporcionando uma vista única da parte superior das famosas Cataratas.

É o Restaurante Porto Canoas, que oferece além de uma cozinha típica regional brasileira, ambiente acolhedor com arquitetura integrada ao local. De segunda à sexta-feira, o restaurante serve, no almoço, cardápio de nível internacional, com um variado Buffet Self-service. Aos sábados, uma deliciosa feijoada brasileira é adicionada e, aos domingos, além do Buffet, há sempre um prato especial (leitão a pururuca, costela recheada, pernil de ovelha ou um saboroso dourado assado, um dos pratos típicos da região). Em média, são 10 pratos quentes como carnes, peixes e massas, 14 saladas e 16 sobremesas.

Foz do Iguaçu - Restaurante Porto Canoas
Foz do Iguaçu – Restaurante Porto Canoas

O restaurante foi projetado para privilegiar o contato com a natureza. A disposição do salão, com seu deck “debruçado” sobre o rio Iguaçu, permite ao turista apreciar toda a beleza do rio e desfrutar de ambientes climatizados. Porto Canoas pode ser definido como um local à altura das belezas que o cercam. Ele faz parte de uma estrutura integrada de serviços que oferece praça de alimentação com serviços de lanches, confeitaria e cafeteria, lojas, mirantes e áreas de convivência. Essa estrutura, denominada Espaço Porto Canoas, possui amplo espaço para descanso e contemplação, apresentação de shows folclóricos e culturais, com vista do mirante Porto Canoas e do pôr-do-sol.

Em noites de lua cheia, o restaurante promove um jantar ao luar, limitado a 300 pessoas (200 nos meses de inverno). O pacote inclui ingresso no Parque, estacionamento, passeio, translado e drink de boas-vindas. O calendário com as datas disponíveis estão no site.

Ali também está localizada a estação final do transporte interno do Parque, contando com serviços de sanitários, ambulatório, ambulância, telefones públicos e área para exposições ambientais.

Parque das Aves, uma mostra de arte viva!

Saindo do Parque Nacional do Iguaçu fomos andando para o Parque das Aves que fica bem perto dali. Criado em 1994 pelo casal de biólogos ingleses Dennis e Anna Croukamp, o Parque das Aves é uma atração temática que possibilita aos visitantes entrar em espaçosos viveiros e acompanhar de perto a vida de mais de 1.100 amimais entre aves, répteis e mamíferos, de 135 espécies, muitas delas ameaçadas seriamente de extinção. Essa grande quantidade de animais, integrada à floresta do Parque Nacional do Iguaçu, inevitavelmente proporciona um raro espetáculo de gorjeios e cores.

Foz do Iguaçu - Parque das Aves
Foz do Iguaçu – Parque das Aves

A trilha que os turistas percorrem para ver as aves tem 1.300 metros e, logo na entrada, os visitantes são recepcionados por araras e papagaios que brincam soltos a poucos metros da rodovia que dá acesso às Cataratas. Em cada viveiro há placas com o nome científico e as regiões do planeta em que são encontradas as aves ali presentes. As espécies em extinção também são indicadas, bem como as que estão com filhotes. Já no interior do Parque das Aves, a natureza mostra com esplendor parte de sua diversidade.

O acesso aos viveiros é feito por meio de corredores com portas duplas, para impedir que as aves mais espertas consigam fugir. Uma vez lá dentro, a proximidade com os pássaros é constante. Os tucanos, por exemplo, mais acostumados às pessoas, fazem vôos rasantes sobre os turistas e costumam brincar com objetos deles, como canetas e chaves. No fim da trilha, dois funcionários nos aguardavam para tirarmos fotos com uma arara-canindé no braço. Nove araras e nove jandaias, mais dóceis e bem adaptadas ao contato com as pessoas, se revezam na tarefa, sendo que a Cindy e a Lara são as mais atuantes. Também aproveitamos para tirar foto com a Jibóia, uma cobra de quase 2 metros, que é posicionada em volta do nosso pescoço. Muito legal.

A título de informação, todos os animais expostos no Parque das Aves são oriundos de zoológicos, criadores autorizados pelo IBAMA ou centros de reabilitação. E além das aves, os visitantes também vêem ali jacarés, jibóias, sagüis e borboletas, todos em áreas que imitam seus ecossistemas naturais, sem telas ou vidro. As 25 espécies de borboletas, por exemplo, ficam em um ambiente conhecido como jardim de flores, junto a beija-flores. Praticamente o paraíso!

Comprando lembranças no Centro de Artesanato

Após um dia recheado de passeios sensacionais no Parque Nacional do Iguaçu, nada melhor do que fazer umas comprinhas em um local agradável, seguro e com produtos que têm a cara de Foz do Iguaçu. A próxima parada foi o Centro de Artesanato Turístico de Foz do Iguaçu, localizado na Avenida das Cataratas, principal corredor turístico da cidade.

Foz do Iguaçu - Centro de Artesanato
Foz do Iguaçu – Centro de Artesanato

O Centro de Artesanato, inaugurado no final de novembro, é uma excelente opção para enriquecer o roteiro dos turistas que visitam Foz. Com uma área de mais de 3 mil metros quadrados, abriga lojas de artesanato e de produtos fitoterápicos. E para recuperar as energias depois de um dia com muitas atividades, o visitante pode optar pelos quiosques com opções de lanches ou, se tiver um pouco mais de tempo, curtir o ambiente aconchegante do cybercafé conjugado com livraria. A Loumar Turismo também está presente com uma loja onde os turistas podem adquirir pacotes especiais com até 40% de desconto.

Para facilitar a vida dos turistas, a associação dos lojistas oferece transporte regular gratuito até o Centro de Artesanato, de segunda-feira a sábado, uma vez por dia – sempre no começo da noite. Para aproveitar este serviço é preciso agendar até as 17h30 pelo fone (45) 3521-4000. O horário de saída depende do hotel onde o turista está hospedado e o Bella Itália está entre eles. Os primeiros hotéis da rota têm saída prevista a partir das 18h20.

Depois de um dia cansativo desses, nada melhor do que um bom banho quente, uma refeição leve e cama. E foi exatamente o que aconteceu quando chegamos ao hotel. Ah, e amanhã conseguem imaginar qual será a programação? Uma dica: já estou com meu passaporte na mão! Pois é, as Cataratas Argentinas nos aguardam.

Serviço

Campo de Desafios Cânion Iguaçu
Rodovia das Cataratas, km 27,5 – Parque Nacional do Iguaçu
Horário de Funcionamento: Diariamente, das 9h às 17h20 e das 9h às 18h (horário de verão)
Fone/fax: (45) 3529-9175 / 3529-6040 (reservas)
Email: comercial@campodedesafios.com.br
Site: www.campodedesafios.com.br

Restaurante Porto Canoas
Espaço Porto Canoas – Parque Nacional do Iguaçu
Horário de Funcionamento: diariamente, das 12 às 16 horas.
Informações e reservas: (45) 3521-4400
Site: www.cataratasdoiguacu.com.br
Email: cataratas@cataratasdoiguacu.com.br
Jantar ao luar: luau@cataratas.com.br

Parque Nacional do Iguaçu
Rodovia BR 469 – KM 18
Horário de Funcionamento: de segunda a domingo, das 9 às 17 horas. No verão, das 9 às 18 horas.
Informações e reservas: (45) 3521-4400
Site: www.cataratasdoiguacu.com.br
Email: cataratas@cataratasdoiguacu.com.br

Parque das Aves
Av das Cataratas, KM 17.1
Horário de Funcionamento: de 8:30 as 17:30hs.
Informações e reservas: (45) 3529-8282
Site: www.parquedasaves.com.br

Serviço de Transporte Gratuito ao Centro de Artesanato
Agendamento e informações: (45) 3521-4000, até as 17h30
Informações: www.loumarturismo.com.br
Dias: De segunda-feira a sábado
Horário: a combinar, dependendo do hotel (a partir de 18h20)

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este blog é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.

  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.

  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.

  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva. Aproveite!

  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.

  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM

6 Comentário

  1. […] Dia – Arvorismo e Rapel no Campo de Desafios Cânion Iguaçu, Trilha das Cataratas, Almoço no Porto Canoa… + fotos + vídeo 1 + vídeo 2 + vídeo […]

  2. […] Dia – Arvorismo e Rapel no Campo de Desafios Cânion Iguaçu, Trilha das Cataratas, Almoço no Porto Canoa… + fotos + vídeo 1 + vídeo 2 + vídeo […]

    • Oi Adam, de lá pra cá as regras já mudaram duas vezes. Na época não podia usar nem a carteira de motorista, hoje já pode. Tinha que ser o RG original mesmo! Mas o ideal, se vc tiver, é sempre levar o passaporte. 😉

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here