Um aromático tour na Vinícola Valduga, em Bento Gonçalves – RS

Casa Valduga - Bento Gonçalves, RS



Como um apreciador das coisas boas da vida, visitar o Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves e não conhecer a Vinícola Valduga seria um grande pecado. A Casa Valduga foi pioneira no enoturismo da região, abrindo as portas para os visitantes conhecerem todo o processo de elaboração de seus vinhos e espumantes.

Ela também funciona como hotel e restaurante, mas o motivo de nossa visita foi para fazer o tour pela vinícola e aprender sobre como seus produtos ganharam mais de 210 prêmios em todo o mundo.

Os amigos do blog Andarilhos do Mundo e também um dos Travel Brothers estavam comigo nesta experiência, que só não terminou pior porque eu não sou alérgico a picadas de insetos. Contarei sobre um incidente que aconteceu durante o passeio e o descaso do guia mais abaixo.

Uvas do parreiral da Valduga

O Tour de Vinho

Após estacionar o carro e fazer o pagamento do tour na recepção (no valor de 20 reais), ganhamos uma taça e aguardamos o início do passeio. Somos encaminhados para uma sala onde assistimos a um vídeo contando um pouco mais sobre a história da família e como suas três gerações construíram o nome que tem hoje: Vinícola Valduga.

Em seguida colocamos uma touca cirúrgica e vamos adentrando pelo prédio até chegar a área reservada onde as garrafas de vinho “descansam”. Cada detalhe é mostrado e explicado, desde as rolhas até os formatos das garrafas. Percebemos então a poeira cobrindo rolhas da década passada.

Garrafas empoeiradas aguardando o momento certo de serem rotuladas
Centenas de barrís no galpão
Os famosos espumantes da Valduga
Alguns dos vinhos que provamos no tour
Na loja é possível comprar várias coisas

Em cada parada uma degustação é feita para entender na prática tudo aquilo que o guia enólogo vai contando. Com as taças nas mãos, à medida que o tour tem continuidade, vamos percebendo o valor agregado a uma garrafa, seja ela de vinho ou espumante.

Mas o que impressiona é quando chegamos a um enorme galpão e vemos mais de 1 milhão de garrafas aguardando a hora certa de continuar o processo de fabricação. Além delas, muitos litros descansam em barris de diversos tipos de madeiras e tamanhos.

Após atravessarmos o galpão por um enorme corredor chegamos ao parreiral onde é possível experimentar algumas das uvas que um dia serão consumidas de outras formas. Foi aí que aconteceu o acidente comigo (que relatarei logo abaixo).

Em seguida voltamos para o grande galpão da Vinícola Valduga, comemoramos com um brinde em grupo o término do passeio e somos encaminhados para a loja onde é possível comprar tudo que desejar (e conseguir). Também é possível degustar outros vinhos que não foram apresentados no tour.

Visto de cima é ainda mais impressionante
Acompanhando o processo final das garrafas

Um pequeno incidente

Na visita ao parreiral, após a autorização do guia para provarmos as uvas, algumas pessoas simplesmente pareciam que nunca tinham visto uva na vida e saíram colhendo como se elas fossem acabar. Nisso, uma abelha voou na minha direção e me picou bem no lábio superior.

Instantaneamente começou a inchar e o guia se posicionou de forma indiferente ao que aconteceu. Não me perguntou sequer se eu era alérgico a picada de insetos ou se eu precisava de ajuda. Simplesmente chamou o grupo e deu continuidade ao tour.

Graças a Deus eu não sou alérgico, mas posso garantir que a picada foi bastante dolorida e deixou meu lábio muito inchado. Fiquei parecendo um monstro, e não é mentira. Inchou demais.

No fim do tour passei na recepção turística e registrei o fato, sendo praticamente ignorado pela atendente. Fui até a recepção do hotel e mais uma vez relatei o que aconteceu. Solicitei um médico e única coisa que fizeram por mim foi oferecer um comprimido de polaramine. Agradeci, tomei e fui embora ainda com o lábio inchado.

Enfim, o tour na Vinícola Valduga por pouco não foi uma tragédia. Ficou de lição para mim e espero que sirva de alerta para outras pessoas também. Tomem cuidado com as abelhas e insetos dos parreirais das vinícolas!

Boca inchada com a picada de abelha. Descaso total da Vinícola Valduga.

A história da Vinícola Valduga

O texto abaixo foi retirado do site da Vinícola Valduga e explica um pouco da história da família e de como colaboraram para o crescimento do Vale dos Vinhedos e da produção de vinhos e espumantes nacionais.

“Pensando no bem estar de seus clientes, a Famí­lia Valduga idealizou um projeto diferenciado, que veio a se consolidar como o primeiro complexo enoturístico do Brasil, no qual o visitante encontra uma completa infraestrutura com restaurantes, pousada e uma enoboutique, onde é possível adquirir os renomados vinhos e espumantes Casa Valduga.

Vinícola Valduga, em Bento Gonçalves – RS

A vinícola dedica especial atenção à elaboração dos espumantes e foi uma das primeiras vinícolas brasileiras a dominar e desenvolver o método champenoise de vinificação. Hoje possui a maior adega de espumantes da América Latina e investe em produtos com padrão de excelência já reconhecidos internacionalmente. Os tintos de guarda amadurecem em barris de carvalho franceses e americanos e no final do período passam para a cave apropriada, adquirindo um fino bouquet. Já os brancos repousam em tanques de aço inox durante curto período, para que mantenham os seus aromas primários e possam ser consumidos ainda jovens.

A Casa Valduga também construiu o primeiro Complexo Enoturístico do Brasil e hoje é uma das maiores atrações do Vale dos Vinhedos, no município de Bento Gonçalves, a 120 quilômetros de Porto Alegre. Ao lado da Vinícola Valduga, instalou restaurantes e aconchegantes pousadas, com vista para os parreirais. Um lugar cercado de montanhas, a 671 metros de altitude e que guarda o encanto da cultura do vinho.”

Mapa de como chegar na Vinícola Valduga, em Bento Gonçalves – RS
Os famosos espumantes da Valduga
Uvas do parreiral da Valduga
Um belo dia de sol para um tour de vinho
As rolhas usadas nos vinhos e espumantes da Valduga

Mais Informações sobre a visita a Vinícola Valduga

Os horários de visitação são:
Segunda a Sábado: 9h30, 10h30, 11h30, 13h30, 14h30, 15h30 e 16h30.
Domingos e Feriados: 9h30, 10h30, 11h30, 13h30, 14h30 e 15h30.
Valor: R$ 20,00 por pessoa.
Cada participante recebe uma taça de cristal com o logotipo da Casa Valduga.
As visitas devem ser agendadas, em caso de grupos acima de 10 pessoas, através do telefone (54) 2105.3154, ou pelo e-mail: enoboutique@casavalduga.com.br.

Vinícola Casa Valduga
Linha Leopoldina – Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves – RS
Telefone: (+55 54) 2105-3122
E-mail: valduga@casavalduga.com.br
Site: www.casavalduga.com.br

Dicas de onde se hospedar na região

[checklist]

[/checklist]



Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este blog é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.

  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.

  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.

  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva. Aproveite!

  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.

  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM

Mauricio Oliveira: @http://twitter.com/aventureiros Turista. Viajante. Social Media Marketing. Jornalista. Fotógrafo. Webdesigner. Videomaker. Blogueiro. Empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Twitter e no Instagram, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira no Google Plus.

Ver Comentários (2)

  • O Sandro também foi picado no braço por outra abelha, lembra? Fomos o únicos azarados e realmente foi estranho a falta de preocupação deles com o incidentes... Mas no restante, achei a visita FANTASTICA, das melhores que já fiz.

    • Verdade! Ele tb foi picado. E o guia da Valduga não tomou nenhuma providência. Enfim... ainda bem que não somos alérgicos. E concordo, a visita é fantástica, uma das melhores que já fiz tb. ;)